sábado, março 23

Memórias curtas 16: Toulões - Encomendação das almas

video

TOULÕES - Encomendação das almas

A tradição dos cantos devocionais da Quaresma/Páscoa, retomando a ritualidade legada por gerações anteriores, foi reatada há poucos anos em Toulões após um longo período de interregno.
Um grupo de mulheres, trajando vestes de luto e portando candeias, percorre as ruas da aldeia todas as sextas-feiras à meia noite, ás vezes enfrentando o frio e a chuva, pára nas encruzilhadas dos caminhos de saída da povoação para encomendar as almas aos mortos em viagem, com um solene cântico marcado por uma lugubridade de arrepiar.
“Dantes, quando era garota, já estava na cama e até ficava com couro de pita de as ouvir cantar na rua.”

Esta tradição, parte integrante do importante património imaterial que são os Mistérios da Páscoa de Idanha-a-Nova, foi esta noite levado por estas mulheres ao palco do Fórum Cultural da vila. 

3 comentários:

Fátima Pereira Stocker disse...

De facto, é de arrepiar. E de fazer vir as lágrimas aos olhos! Tinham de ser mulheres a cantar isto: "onde a Virgem vai chorar / Lágrimas do seu Menino!"

Lindo. Tristemente lindo!

Bem-haja pela publicação.

Um abraço

Petrus Monte Real disse...

Ouço pela segunda vez estes belos cantares da Quaresma.
Linda homenagem a quem persiste e luta pela tradição.

E neste ano de 2014? Como será?

Recordo a minha aldeia da Beira Alta, em tudo idêntico ao que vi e ouvi. saudades!
Muito grato
Voltarei

Petrus Monte Real disse...

"Martírios",
era assim que se denominavam
os cânticos do género
que na Quaresma percorriam a aldeia:
formavam-se dois "bandos"
que se articulavam entre si,
de modo a garantir
um "continuum" no canto.

Não sei se se mantém a tradição.

Muito grato mais uma vez.