sexta-feira, abril 24

7-2009: Senhora do Almortão

Dia 27 de Abril, segunda feira, realiza-se mais uma tradicional romaria à Senhora do Almortão, padroeira do concelho de Idanha-a-Nova.
Uma das características desta romaria é o “dar as alvíssaras” à Santa por parte dos romeiros. Vindos de toda as terras do concelho, entoam a cantiga ao som do adufe cujas quadras, as mais conhecidas, se repetem ano a ano ou então, outras novas são elaboradas para o efeito ou saídas de improviso ali à porta da capela.
Todas elas, escolhidas ou não, estão sujeitas a fazer parte da recolha que compõe o “Cancioneiro da Senhora do Almortão”.

No que me toca, aqui deixo o meu contributo.
Senhora do Almortão
À vossa porta m’impino
Dai um rumo a Portugal
Que ele anda sem destino

Senhora do Almortão
Rogai pelos pecadores
Dai dignidade aos políticos
Equiparai-os aos pastores

Senhora do Almortão
Livrai-nos do desgoverno
Prometeram-nos o céu
E ofereceram-nos o Inferno

Senhora do Almortão
Livrai-nos desta crise
Dai alento aos Raianos
E a quem dele mais precise

Senhora do Almortão
Minha tão linda arraiana
Virai costa a Castela
Enquanto sejais Lusitana

Senhora do Almortão
Neste Abril lá estarei
Fazei cumprir a liberdade
Que ainda a não encontrei

11 comentários:

MPS disse...

Caro Chanesco

Aqui deixo o meu contributo

Senhora do Almortão
Vinde ajudar-nos agora
Há ladrões por toda a parte
Queremos botá-los fora.

Um grande abraço

Anónimo disse...

Senhora do Almortão
Neste dia eu vos peço
Ide a Santa Comba Dão
Impedir o seu regresso

Isamar disse...

Senhora do Almortão
Vinde cá baixo acudir
A gente pobre e honesta
Que há muito anda a carpir

Senhora do Almortão
O mundo anda às avessas
Faltam-nos tantas coisas
Só não nos faltam promessas

Senhora do Almortão
Dai alento às nossas gentes
Para combater unidas
Algumas perversas mentes

Um abraço fraterno

Bem-hajas!

Tozé Franco disse...

Ora viva.
Como não tenho jeito para as quadras tenho pena de não poder cantar.
Já cantei algumas destas quadras acompanhado ao adufe.
Boa romaria.
Um abraço.

Romeu disse...

E "atão" sempre foste à romaria???Quem me dera que a minha dona tivesse ido porque teria histórias pra ouvir, mas a coitada teve uns achaques, tipo gripe mexicana de tanto gritar com a miudagem, por isso estava à espera que o Chanesco lhe trouxesse um relógio e uns pinhões.
As quadras, diz ela que são à Ti'Louro. Será?

Chanesco disse...

Meu caro bichanho Romeu

Então tu querias um relógio e um corgalho de pinhões?
Só se fosse para te sentires medalhado, porque, em caso algum, eu iria desrespeitar as regras de dieta que a tua dona te impõe. Nada disso.
Quanto às quadras à ti Louro? Penso que te referes ao ti Zé Louro, aquele ganda poeta popular, cantor do fado à desgarrada que deixava os "adversários" amodesque... desconcertados.

Ah! cantador dum ladrão
O teu cantar são só festas
Canta a Senhô do Almortão
Que pro fado tu no prestas

... mas há mai, qu' inda um dia aqui hão de calhar.

Gostei de te ver por cá. O teu link já está ali ao lado.

Dá vegitas ós donos!

Isamar disse...

Senhora do Almortão
dai-nos paz, pão,liberdade
Daqui,leva amigo Chanesco
Um grande abraço de amizade

Bem-hajas!

ManuelNeves disse...

Viva!

Então também entro na dança:

Senhora do Almortão
Que do alto tudo vês
Trazei um novo alento
Ao Governo Português

Um Abraço

Ana Ramon disse...

Obrigada pelo carinho.
Um beijinho grande

Eddy Nelson disse...

...este ano "passei" apenas...
fiquei com o aroma a rosmaninho e esteva...

um abraço amigo

Joaquina Silva Clestino disse...

Será que também posso entrar?Chamo-me Joaquina e sou de Idanha-a-Nova,mas desterrada em Lisboa.Então cá vai:

Senhora do Almortão
Quem me dera estar aí
Este ano lá não fui
Mas não me esqueço de ti

Senhora do Almortão
Mãe nossa dos arraianos
Abençoa-nos Senhora
Pois estamos fartos d.enganos

Senhora do Almortão
Pede lá ao teu menino
Para nos dar uma ajuda
Neste total desatino.

Bem-hajam!